Sites Grátis no Comunidades.net
Crie seu próprio Site Grátis! Templates Incríveis em HTML5/CSS3, Galerias de Fotos, Widgets, Publicação do Site e muito mais!
124- EXPERIÊNCIAS COM SONAMBÚLICOS

                                     sono.jpg

 

 

 

Este relato ´consta no livro Magnetismo espiritual(Michaelus) Federação Espírita Brasileira.

Antes de 1943 fazia-se experiências com sonambúlicos, uma vez que eles nesse estado conseguem se comunicar com espíritos e também se deslocar para lugares distantes.

Aqui vai um pequeno trecho de uma das experiências feitas por Cahagnet e com testemunhas:

 

Uma dessas experiências foi realizada com  o sonâmbulo Binet Bruno, 24 anos.  Uma observação, há sonambulismo natural e induzido, neste caso  houve magnetização feita por Cahagnet.  Esse rapaz não tinha  grandes conhecimentos sobre espiritualidade e magnetismo.

 

Agora o paciente em estado sonambúlico dirige-se ao seu magnetizador:

 

  • Sim, há cidades no céu para aquele que deseja habitar cidades

 

  • magnetizador indaga: - o espírito que em outra oportunidade foi consultado sobre o assunto, pareceu hesitar nas suas respostas, porquê?

 

  • Porque lhe perguntaram coisas sobre as quais não lhe era permitido pronunciar-se:  e outras que ignorava.  Já vos disse que um espírito não sabe senão aquilo que deseja saber.  E nisso consiste  a sua felicidade: conhecer uma coisa não se interessando por outra.

 

  • Magnetizador- Entretanto, todos os espíritos deveriam ver cidades, grupos de casas e de entidades, de vez que se encontram em lugares habitados como na Terra
  • Os espíritos não veem o que querem ver; se lhes agrada uma casa não verão se não essa casa.  se lhes agrada uma cidade veem uma cidade, do mesmo que um campo, jardim, lugar público e de reuniões; se querem viajar, viajam; há  tudo e não há nada.

       . magnetizador:  Como não há nada! não compreendo que alguma coisa seja    nada.

 

       . Eu o compreendo bem. São imagens, aparências, efeitos e nada; pois satisfeito o desejo, nada mais resta: são imagens  destinadas pela bondade de Deus à natureza dos seres.

 

        .Magnetizador: É vosso guia que me responde essas coisas?.  Tão prontamente me respondeis que chego a duvidar...

 

        . Não vos responderia com essa presteza se não fosse o meu guia, que o está fazendo em meu lugar.

 

         .Magnetizador:  Está convosco o vosso guia?

 

        . Já vos disse que um espírito pode estar comigo, falar pela minha boca sem que eu saiba como: meus lábios mexem independentemente da minha vontade, articulo as palavras de um jato e as ouço, algumas vezes ao meu lado.  Outras vezes não obtenho as respostas.  Neste momento o meu Guia não está comigo, mas a centenas de léguas; comunico-me com ele por um fio simpático;  considero-me, para melhor exprimir-me, como o porta voz através do qual ele fala a distância.

 

       . Magnetizador: É surpreendente que possais ouvi-lo assim por meio desse fio simpático.

 

       . Tudo vos parece espantoso, mas não para mim; não há distância para nós: um espírito poderia falar-me  do princípio do Universo, se o Universo tivesse  um princípio.  O que mais o espantará é que um espírito pode falar e aparecer, no mesmo tempo, a diversas pessoas em lugares diferentes.  Ficai sabendo, todavia que isso, muitas vezes, não é senão sua imagem, uma espécie de desdobramento da sua pessoa, que pode tomar as formas  e ser encontrado em diversos lugares, sem deixar o lugar que ocupa no mundo espiritual.  Meu Guia não responde exclusivamente a uma só pessoa mas a muitas que se acham sob a sua influência.

 

Em novas sessões  Cahagnet voltou a indagar o sonâmbulo:

.    Disseste-me que no mundo espiritual há cidades e lugares conforme o desejo de cada espírito.  Disseste-me também que não se via o objeto desejado, o que faz pensar que isso seria o efeito da criação do espírito, e não propriamente lugares que existem eternamente.

. O Espirito responde:   há lugares que existem eternamente.  Mas a facilidade que se tem de comunicar-se com eles, e de não mais os ver, faz pensar que não existem realmente como os objetos terrestres.  Dar-vos-ei um exemplo:  estou ao vosso lado em um lugar qualquer no mundo espiritual.  Desejo estar em um plano, em um jardim  ou em uma casa, ai me acharei e verei o que quero, sem deixar o meu lugar; manifestais igualmente os vossos desejos, e quereis estar numa igreja ou em outro lugar, aí estareis sem, entretanto, me ter deixado um instante sequer.  Essas duas coisas são simultâneas visíveis aos dois desejos e no mesmo lugar.  Como vedes, é um mistério incompreensível, que os homens negarão, mas que, entretanto, é absolutamente verdadeiro.

 

.   Magnetizador indagando:  A descrição  que me fizestes faz duvidar que haja alguma coisa de real no mundo dos espíritos.

 

. Tudo que há é mais real do que ai na Terra, onde tudo parece ou muda de forma, ao passo que no plano espiritual todos esses objetos são imperecíveis e fazem a nossa eterna alegria.  E por isso que não estão submetidos as mesmas leis que as da matéria, não há por exemplo, necessidade de demolir uma casa pra construir outra em seu lugar;  torna-se desaparecida, não deixa de existir, porque ela não pode ser destruída, o que quer dizer que ela não oferece nenhuma dificuldade para que se veja outra em seu lugar.

 

. Magnetizador:  então no céu(no espaço), cada qual , conforme seu gosto, pode construir cidades, templos, palácios.  Não é?.

.  Não.  Os desejos que os espíritos tem, esses lhes  são comunicados por Deus(o Criador), que é o único e grande arquiteto.  O homem acredita fazer por si mesmo essas coisas, quando nada mais faz senão deseja-las.  Mas as cidades ai são uniformes, os palácios cem vezes mais belos do que tudo que a concepção humana poderia idealizar e criar.  E tudo isso adequando aos gostos e às necessidades dos grupos que os habitam.  Há tanta harmonia entre os gosos espirituais, que um espírito não saberia desejar o que um outro não quisesse, principalmente, notai-o bem, quando o espírito é membro da mesma sociedade ou agrupamento, o que o torna de alguma sorte uma fibra do mesmo corpo.  Assim, onde percebem que não impera o gosto, o desejo deles, ai não se associam.

 

Dissestes-me que um espirito podia aparecer em vários lugares ao mesmo tempo.  Como isso se opera?.

 

.  São as imagens do espírito que aparecem; ele pode possuir tantas quantas desejar  e envia-las até vós.

 

. Magnetizador : muito bem.   Mas essas imagens falam?

 

.  Sim

 

. São, pois, outras tantas entidades?

 

. Não.  É sempre a mesma.

 

magnetizador: Todas essas imagens, dizeis, aparecem a um só tempo em lugares diferentes e respondem a perguntas também diferentes, o que faz supor que são multidões de espíritos, e não um só.

 

. É bastante difícil explicar-vos esse mistério.  Entretanto, tentarei faze-lo para vossa   instrução.  O espirito que me dirige, e que está no céu, pode retirar de si, ao infinito, uma multidão de fios que se estendem e servem para a comunicação dos que desejem corresponder-se com ele.  O espírito pode dar a cada fio a semelhança e o som da sua palavra, posto que pouco se fala entre espíritos, pois o pensamento é o único meio de comunicação.  Assim, ele pode a um só tempo enviar seu pensamento aos que estão em relação com ele,por intermédio desses fios simpáticos.,

 

 

     

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 2.8/5 (160 votos)







Criar um Site Grátis    |    Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net